Impostômetro

11 de abril de 2013

Agricultores urbanos abandonam venenos e optam por produção orgânica em SP

Agricultores urbanos abandonam venenos e optam por produção orgânica em SP
 
Por Tadeu Breda - Rede Brasil Atual — última modificação 06/04/2013 22:43 
 
No extremo sul da capital, agrotóxicos dão lugar a técnicas agroecológicas para preservar entorno ambiental e produzir alimentos sem químicos – o que abre mercados mais rentáveis
Foto: Instituto 5 Elementos/Divulgação 
 
É curioso presenciar a visita técnica de Ceceo Chaves a dona Massue. Um tem perto de 30 anos e é formado em agronomia pela Universidade Federal de Lavras, em Minas Gerais, uma das mais conceituadas do país. Outra estudou até a quarta série, mas viveu todos os seus 70 anos em contato direto com a terra. "Dou todas as orientações técnicas que precisam, mas, sinceramente, não sei se conseguiria tocar uma lavoura", confessa Ceceo. "Conheço as funções químicas das plantas e do solo, mas não tenho a prática da enxada."
Não importa: dona Massue pede e parece valorizar muito cada conselho do engenheiro. Formam uma bela parceria, ainda que eventual. A agricultora é uma dos 315 pequenos produtores rurais de Parelheiros, bairro localizado no extremo sul de São Paulo, e uma dos 18 atendidos periodicamente por Ceceo graças a um projeto executado pelo Instituto 5 Elementos com recurso da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente. Seu objetivo é estimular e auxiliar os agricultores da região a transformarem seus cultivos tradicionais, com uso de agrotóxicos, em plantios orgânicos, ou seja, sem adição de nenhum produto químico agressivo à natureza ou à saúde humana.

CONTINUE LENDO, ENTÃO ACESSE:

Postar um comentário